2ª EDIÇÃO DA (ESGOTADÍSSIMA) REVISTA # 1 DO CLUBE TEX PORTUGAL TERÁ LANÇAMENTO EM OUTUBRO

 FAÇA JÁ A SUA RESERVA!

Por José Carlos Pereira Francisco

Capa (realizada por Andrea Venturi) da 2ª edição da revista nº 1 do Clube Tex Portugal

Devido a dezenas de pedidos de sócios do Clube Tex Portugal, em particular dos inúmeros novos associados dos últimos dois anos, que quando se associaram ao Clube Português dedicado ao Ranger criado por G. L. Bonelli e Aurelio Galleppini em 1948, já não tinham à sua disposição a mítica revista nº 1 do Clube, lançada em Novembro de 2014 e que se esgotou completamente ao fim de pouco tempo, a Direcção do Clube Tex Portugal decidiu fazer uma 2ª edição da revista #1 de modo a satisfazer todos os pedidos, permitindo assim que todo e qualquer sócio possa ter na sua colecção a edição que deu início a um projecto único e hoje em dia muito valorizado, tanto que fomos sabedores que já houve exemplares da revista #1 que foram vendidos (por sócios que na época de lançamento compraram mais do que um exemplar) por valores a rondar os 25 euros.

A 2ª edição da revista nº 1, tem lançamento marcado para Outubro deste ano, ou seja, já no próximo mês, e somente poderá ser adquirida por sócios do Clube, podendo cada sócio adquirir quantos exemplares desejar, ao preço de 10 euros por cópia. Atendendo ao facto desta ser uma Edição Especial e também ao facto de ter uma tiragem menor do que aquando das revistas da 1ª edição, fazendo com que o valor a pagar à gráfica seja mais elevado, o Clube Tex Portugal NÃO ARCA COM AS DESPESAS DE ENVIO desta 2ª edição, estando todavia disponível para entregar a(s) revista(s) em mãos quando houver essa possibilidade, de modo a evitar o pagamento dos portes. Assim sendo, para além do valor da(s) revista(s) cada sócio terá de arcar com as despesas postais, acrescentando ao valor da revista os valores que se seguem e que são para Portugal, Europa (Espanha, Itália, Holanda, etc.) e Resto do Mundo (Brasil, Angola, Moçambique, Índia, etc.):

Portugal: 1 ou 2 revistas 1,75€
Europa: 1 revista  2,80€2 revistas 4,30€
Resto do Mundo: 1 revista 4,80€2 revistas
  7,50€

O editorial da revista nº 1 do Clube Tex Portugal

De modo a salvaguardar o valor das revistas originais, esta reimpressão da revista #1 terá a menção na capa de que se trata de uma 2ª edição, assim como trará igualmente na capa o mês de Outubro de 2017 e não Novembro de 2014, conforme se pode já constatar na capa (ainda provisória) que mostramos na abertura deste texto. Serão as duas únicas alterações, mantendo-se religiosamente igual toda a restante revista de 32 páginas.

Ilustração de Stefano Biglia para a revista nº 1 do Clube Tex Portugal

Esta 2ª edição da revista do Clube Tex Portugal mostra a solidificação do nosso projecto, que crescendo e fortalecendo-se a cada novo número faz com que os novos sócios desejem adquirir os primeiros números; e prova do cada vez maior sucesso da revista portuguesa que conta em cada número com participações dos mais renomados autores de Tex, é que para além da revista #1, também as edições #2, #3 e #4 estão completamente esgotadas, pelo que em Abril de 2018, aquando da 5ª Mostra do Clube Tex Portugal, a realizar nos dias 29 e 30 de Abril, iremos ter o lançamento da 2ª edição da revista #2.

Para além dos sócios que ainda não tenham a revista #1, temos a mais firme convicção de que muitos sócios que a possuam, irão também tentar adquirir a 2ª edição, por se tratar no fundo de uma revista diferente e porque os coleccionadores são assim mesmo, como provam os mais diversos texianos que coleccionam a revista Tex do Brasil, não somente da 1ª edição, mas também da 2ª edição!

Deste modo, todos os sócios que desejem adquirir exemplares da revista #1, 2ª edição, devem informar desde já (e impreterivelmente até ao dia 30 deste mês) o Clube Tex Portugal, escrevendo para José Carlos Francisco (josebenfica@hotmail.com), indicando o número de exemplares pretendido e procedendo ao respectivo pagamento (inclusive dos portes) na conta do Clube Tex Portugal ou através de paypal, enviando o comprovativo desse mesmo pagamento.

Pagamentos internacionais por transferência bancária  devem ser feitos com todas as despesas a serem suportadas pelo ordenador, sem qualquer dedução no valor a receber pelo Clube, devendo ser creditada a conta PT50003600009910590434664 em nome do Clube Tex Portugal na Caixa Económica Montepio Geral – código swift: MPIOPTPL;

Pagamentos nacionais por transferência bancária  devem ser feitos para o IBAN PT50003600009910590434664

Pagamentos por Paypal devem ser efectuados para o e-mail cacem.moreira@gmail.com com todas as despesas a serem suportadas pelo ordenador, sem qualquer dedução no valor a receber pelo Clube.

Falando da revista #1 em si, para quem ainda não a possui, informamos que é TOTALMENTE a CORES, tem o FORMATO A4 e conta com textos de Mário João Marques (que escreve sobre Pasquale Del Vecchio e também Leituras e Apontamentos), Júlio Schneider (Hola, Amigo), Carlos Moreira (1º Convívio do Clube Tex Portugal), José Carlos Francisco (1.ª Mostra do Clube Tex Portugal), Jorge Magalhães (Como eu encontrei Tex Willer em Barcelona), Jorge Machado-Dias (Porque não gosto de westerns), Sérgio Madeira de Sousa (Giovanni Ticci – O elo), Pedro Cleto (A cor em Tex: Um longo caminho a percorrer) e Paulo Guanaes (Da indiferença ao sucesso estrondoso) e DESENHOS EXCLUSIVOS de ANDREA VENTURI, STEFANO BIGLIA e MAURIZIO DOTTI!

Estudo de Stefano Biglia para o verso da contracapa da revista nº 1 do Clube Tex Portugal

Para uma melhor apresentação desta importante iniciativa dirigida por Mário João Marques, o director da revista, e destinada aos sócios do Clube, damos a conhecer de seguida o editorial deste primeiro número:

EDITORIAL

Em Agosto de 2013, durante uma tertúlia texiana organizada quando do 18º Salão Internacional de Banda Desenhada de Viseu, um grupo de amigos teve a oportunidade de formalizar a criação de um clube que pudesse fomentar o convívio e a troca de ideias sobre Tex. Idealizado uns meses antes, a ocasião proporcionada e a presença inspiradora de Andrea Venturi, desenhador convidado para o Salão, serviram assim de catalisadores, permitindo firmar a criação do Clube Tex Portugal.

A revista que agora está nas vossas mãos é um objectivo a que nos propusemos desde a primeira hora, um instrumento privilegiado que permite divulgar, aprofundar e sobretudo homenagear um grande herói e uma grande série que, ano após ano, se vem batendo pelos ideais da justiça e da honra, unindo muitos em redor de valores infelizmente cada vez mais raros.

Devidamente autorizada pela Sergio Bonelli Editore, que desde o início nos concedeu a honra do seu apoio e do seu carinho, a revista é o trabalho de muitos e que nos enche de orgulho, representando o culmi- nar de um primeiro ano do Clube pleno de actividades e de sucesso. Todos são convidados a participar, apresentando trabalhos sobre Tex, o seu mundo, as suas personagens, os seus autores. Queremos fomentar o convívio, desejamos divulgar a personagem, ansiamos que apreciem e possam retirar o mesmo prazer que todos os que colaboraram neste primeiro número tiveram na sua preparação e elaboração.

Este primeiro número conta com artigos de José Carlos Francisco, Sérgio Madeira de Sousa, Pedro Cleto, Jorge Magalhães e Mário João Marques, assim como com um pequeno texto escrito por Júlio Schneider, em jeito de homenagem à amizade em torno de Tex. Mas outros, de uma forma ou de outra, deram o seu grande contributo, permitindo que o projecto pudesse ver a luz do dia. Carlos Moreira, Hernâni Portovedo, Orlando Silva, António Guerreiro, Jorge Machado Dias, Dorival Lopes (e a Mythos), Gianni Petino e todas as mulheres texianas, foram baluartes fundamentais. A todos o Clube Tex Portugal agradece!

Apesar desta paixão, nada teria sido possível sem o apoio dado pela Sergio Bonelli Editore, que não cansamos de sublinhar, particularmente Davide Bonelli e Mauro Boselli, a quem o Clube Tex Portugal agradece eternamente. E é também um enorme motivo de orgulho poder contar, na capa deste primeiro número, com um desenho exclusivo de um grande talento, Andrea Venturi. Um grande desenho de um grande desenhador, desde o início ao nosso lado. Grazie mille Andrea!

Leiam, releiam, comentem, sugiram, pois a participação de todos é fundamental para juntos podermos fazer cada vez mais e melhor. Sem qualquer presunção, humildemente queremos alimentar o sonho e a paixão.

Clube Tex Portugal

 Ilustração a preto e branco de Andrea Venturi para a capa da edição nº 1 da revista do Clube Tex Portugal

(Texto e imagens extraídos, com a devida vénia, do Tex Willer Blog. Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

Advertisements

REVISTA DO CLUBE TEX PORTUGAL: UMA DESLUMBRANTE SUCESSÃO DE CAPAS

Nesta magnífica galeria, estão patentes todas as capas da Revista do Clube Tex Portugal (nºs 1 a 5), da autoria de quatro ilustradores italianos e um sul-americano, todos já com provas dadas nas suas prolíficas carreiras e também no que a Tex, o maior herói da BD western, diz respeito: Andrea Venturi (nº 1, ao centro), Fabio Civitelli (nº 2, em baixo, à esquerda), Luca Vannini (nº 3, ao alto, à esquerda), Enrique Breccia (nº 4, ao alto, à direita) e Maurizio Dotti (nº 5, em baixo, à direita).
A partir do seu segundo número, a Revista do Clube Tex Portugal passou a ter duas capas diferentes (do mesmo autor), iniciando assim um percurso coroado de êxito, como manifestamente prova a adesão cada vez maior dos texianos portugueses, italianos, brasileiros e de outros países, a um projecto que parece imparável. Pois já está quase a chegar às mãos dos leitores a revista nº 6, cujas capas foram ilustradas por outro magnífico artista italiano: Massimo Rotundo.
Perante tamanha qualidade e diversidade, ocorre-nos perguntar, com justificada expectativa: quando chegará a vez de um desenhador lusitano ter a mesma honra? Parece-nos que, entre nós, também há por onde escolher…

(Para aproveitar a extensão completa da imagem, com as capas da revista do Clube Tex Portugal, clique na mesma).

ANADIA, A CAPITAL PORTUGUESA DO TEX, REALIZOU MAIS UMA MAGNÍFICA MOSTRA

Com a devida vénia, reproduzimos o notável discurso de abertura da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, proferido pelo seu Presidente José Carlos Francisco, no dia 29 de Abril último, perante numerosa assistência em que se destacava a presença de dois consagrados desenhadores italianos, Andrea Venturi e Leomacs, cujos recentes trabalhos estiveram expostos no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, durante o fim de semana em que decorreu este magnífico evento.

Aproveitamos a oportunidade para celebrar o facto de Anadia ter sido proclamada a Capital Portuguesa de Tex Willer, por decisão do seu Município, no mínimo inédita entre nós, em relação a um herói de Banda Desenhada. O Museu do Vinho Bairrada tem, a partir de agora, uma exposição permanente dedicada a Tex, que, associada a outros eventos, atrairá decerto mais visitantes do meio bedéfilo a esta região afamada pelo seu vinho, pelos seus leitões e pelas suas belezas naturais.

Anadia, 29 de Abril de 2017

Exma. Senhora Presidente da Câmara Municipal de Anadia; Exmo. Senhor Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia; Exmo. Senhor Director do Museu do Vinho Bairrada, Senhores Vereadores, Caríssimos Mestres Andrea Venturi e Leomacs, Senhores Convidados, Excelentíssima Assistência e Órgãos da Comunicação Social Presentes.

Muito boa tarde a todos! Antes de mais nada, sejam bem-vindos a esta bonita e hospitaleira terra, que é Anadia, capital da Bairrada, região de cultura vitivinícola, gastronómica e de inúmeras outras qualidades!

Depois dos grandes sucessos ocorridos com as três primeiras Mostras do Clube Tex Portugal, realiza- das anualmente, precisamente aqui, no magnífico Museu do Vinho Bairrada, que contaram com as ilustres presenças dos prestigiados desenhadores Pasquale Del Vecchio, Pasquale Frisenda, Stefano Biglia, Massimo Rotundo e Maurizio Dotti, hoje reunimo-nos pelo quarto ano consecutivo, que constitui para este, que é o único Clube no nosso país dedicado exclusivamente a um herói da BD e o primeiro Clube oficial de Tex no mundo, um novo marco importantíssimo da sua ainda curta, mas já consolidada história. Por isso, é com grande prazer e emoção que inauguramos esta 4ª Mostra, que proporciona a presença dos consagrados desenha- dores italianos, Andrea Venturi e Leomacs.

Queria aqui deixar claro, em nome do Clube Tex Portugal, o quanto foi e é, também, importante para nós registar a sensibilização e carinho com que fomos apoiados desde o primeiro momento pelo Executivo Camarário, em especial pela Senhora Presidente da Câmara, Engenheira Maria Teresa Belém Correia Cardoso, aqui presente, agradecendo a sua ilustre e fundamental presença na inauguração desta 4ª Mostra.

Agradecemos também a distinta presença do Senhor Vice-Presidente da Câmara, Engenheiro Jorge Sampaio, que inclusive este ano foi determinante para que a Câmara Municipal de Anadia adoptasse o estatuto de Capital Portuguesa do Tex, acto este que reconheceu toda a nossa importância e que certamente viabilizará outros grandes feitos dele decorrentes.

Agradecemos igualmente toda a colaboração e disponibilidade do Sr. Dr. Pedro Dias, Director do Museu do Vinho Bairrada, no apoio a esta iniciativa cultural, possibilitando que a mesma se realize neste nobre e singular espaço.

Consideramos que, sem o apoio destes nomes, certamente seria inviável a promoção do nosso evento. Ressaltamos que é de extrema importân- cia a participação do Poder Público, que, combi- nado com a parceria desta casa, possibilitam a propagação da cultura e do lazer na sua melhor qualidade, marcas desta terra tão singular.

Gostaríamos também de agradecer as ilustres presenças de Andrea Venturi e Leomacs, sobretudo porque acreditaram nesta iniciativa portuguesa e um muito obrigado a ambos, por terem realizado expressa e exclusivamente para este nosso evento, duas belíssimas ilustrações do Tex no nosso Município. É uma honra sermos presenteados com tal carinho e reconhecimento. Segue ainda um agradecimento muito especial ao editor brasileiro Dorival Vitor Lopes e ao tradutor Júlio Schneider, da Mythos Editora, que vieram proposita- damente do Brasil para nos prestigiar, abrilhantando a nossa estimada Mostra.

Em meu nome pessoal, aproveito ainda para agradecer a todos os Sócios do Clube Tex Portugal, estejam ou não aqui presentes, porque este evento também só é possível devido à colaboração e disponibilidade individual, que somam e traduzem, no seu conjunto, o verdadeiro espírito texiano!

Para concluir, informo que, no final desta sessão, será servido um espumante de honra no espaço de Restauração e Cafetaria do Museu, para o qual ficam desde já convidados.

Obrigado a todos pela Vossa presença, hoje, em Anadia, e desde já desfrutem do nosso evento!

José Carlos Pereira Francisco
Presidente do Clube Tex Portugal

Mais informações sobre a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal em: Clube Tex Portugal, Venturi e Leomacs em Anadia, 2017 por José Carlos Francisco

PROGRAMA OFICIAL DA 4ª MOSTRA DO CLUBE TEX PORTUGAL

PROGRAMA OFICIAL

da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Data: 29 de Abril (sábado) e 30 de Abril (Domingo)
Horário:
11h00 – 19h00 horas
Local: Museu do Vinho Bairrada – Anadia
Entrada:
GRATUITA (com direito a entrada gratuita na Exposição Permanente, designada por Percursos do Vinho e exposta ao longo de seis salas temáticas, com peças de valor arqueológico, etnográfico e técnico, reunidas com a colaboração de diversos vitivinicultores, entidades locais e nacionais, e para as Exposições Temporárias, onde se revelam a pintura e o desenho de Gabriela Carrascalão — Mana Timor — e algumas das melhores caricaturas e arte digital de Rui Duarte — Mr. Vin e Companhia).

Tema: Esta quarta Mostra do Clube Tex Portugal tem como ponto alto a presença de dois dos mais consagrados autores italianos de banda desenhada, Andrea Venturi e Maximiliano Leonardo (Leomacs), que vêm expor trabalhos de sua autoria relacionados com a série Tex, da Sergio Bonelli Editore.

Andrea Venturi e “Os Pioneiros” Uma dúzia de pranchas do autor, seleccionadas pelo próprio, que pretendem dar a conhecer aos visitantes, no seu formato original, algumas da mais belas páginas de uma das mais elogiadas histórias da colecção Tex Gigante.

Leomacs e “Ouro Negro” — Uma dúzia de pranchas do autor, seleccionadas também pelo próprio, que pretendem dar a conhecer aos visitantes da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, no seu formato original, algumas das mais belas páginas de uma das mais recentes e inusitadas histórias de Tex e que complementam o lançamento desta obra em Portugal: Ouro Negro”, através do selo da Polvo.

Cartazes oficiais da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Programa

Sábado, 29 de Abril
15h00 Inauguração Oficial da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal (Auditório);
15h45 Espumante de Honra, aberto aos convidados e público presente;
16h00 Apresentação do livro “Ouro Negro” (Polvo), de Gianfranco Manfredi e Leomacs, com a participação de Leomacs, Rui Brito e Mário João Marques, sob moderação de João Miguel Lameiras (Auditório);
16h30 — Sessão de autógrafos com Andrea Venturi e Leomacs, disponível para todo o público presente, durante a qual os autores terão oportunidade de assinar os desenhos feitos por cada um, especialmente para cartazes da Mostra. Para quem adquirir o livro “Ouro Negro”, o desenhador Leomacs autografará em exclusivo cada exemplar;
18h00  Desenho ao vivo com Andrea Venturi e Leomacs, EXCLUSIVO para sócios do Clube Tex Portugal (desenhos para não sócios somente depois de atendidos os pedidos dos sócios presentes);
20h30 Jantar/Tertúlia com a participação de Andrea Venturi e Leomacs (Restaurante “Nova Casa dos Leitões”).

Domingo, 30 de Abril
11h00 — Desenho ao vivo com Andrea Venturi e Leomacs, EXCLUSIVO para sócios do Clube Tex Portugal (desenhos para não sócios somente depois de atendidos os pedidos dos sócios presentes);
12h00 Sessão de autógrafos com Andrea Venturi e Leomacs;
13h00 Almoço/Tertúlia com a participação de Andrea Venturi e Leomacs (Restaurante “Curiagrillbar”).

15h00 — Conferência Tex com a participação de Andrea Venturi, Leomacs, Dorival Vitor Lopes e Júlio Schneider, sob moderação de Pedro Cleto (Auditório);
16h00  Sessão de autógrafos com Andrea Venturi e Leomacs;
17h00 — Desenho ao vivo com Andrea Venturi e Leomacs. EXCLUSIVO para sócios do Clube Tex Portugal (desenhos para não sócios somente depois de atendidos os pedidos dos sócios presentes);
18h15 — Festa de Encerramento.

Convite para a Inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

(Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

A MAGNÍFICA ARTE DE LEOMACS NA 4ª MOSTRA DO CLUBE TEX PORTUGAL

Nos próximos dias 29 e 30 de Abril realizar-se-á na cidade de Anadia, capital da região bairradina, a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, onde obviamente não deixará de estar presente em grande destaque a personagem Tex Willer, não só pelas duas exposições associadas ao Ranger, que terão lugar no Museu do Vinho Bairrada, mas também pela presença dos conceituados desenhadores italianos Andrea Venturi e Leomacs.

Tex num duelo na Main Street de Anadia, em pleno século XIX, na belíssima arte de Leomacs.

Como forma de agradecimento por este convite português, Leomacs, pseudónimo de Massimiliano Leonardo, desenhou o Tex em Portugal, mais precisamente num duelo na Main Street de Anadia, em pleno século XIX, tornando assim esta quarta presença do Ranger na capital da Bairrada — uma região rica e afamada pelo leitão, mas também pela produção de apreciados espumantes —, muito mais especial, como podemos ver num desenho que o blogue português do Tex divulgou para o mundo, mas sobretudo para os apaixonados Texianos portugueses, em mais um inédito e exclusivo mundial, desenho esse que será oferecido a todos os fãs e coleccionadores do Ranger que comparecerem em Anadia nos dias 29 e/ou 30 de Abril.

(Post reproduzido, com a devida vénia, do Tex Willer Blog. Para ver as imagens em toda a sua extensão, clique duas vezes sobre as mesmas).

Leomacs, na sua prancheta, a desenhar Tex. Em baixo, cartaz da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal.

A DESLUMBRANTE ARTE DE ANDREA VENTURI NA 4ª MOSTRA DO CLUBE TEX PORTUGAL

Como já anunciámos, nos próximos dias 29 e 30 de Abril realizar-se-á na cidade de Anadia, capital da região bairradina, a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, onde obviamente não deixará de estar presente, em grande destaque, a personagem Tex Willer, não só pelas duas exposições associadas ao Ranger, mas também pela presença dos conceituados desenhadores italianos Andrea Venturi e Leomacs.

Como forma de agradecimento por este convite português, Andrea Venturi desenhou Tex Willer e Kit Carson em Portugal, mais precisamente junto ao Monumento dos Mortos da Grande Guerra, na Praça Visconde Seabra, em Anadia, e com o edifício da Câmara Municipal ao fundo, tornando assim esta quarta presença do Ranger na capital da Bairrada — uma região rica e afamada pelo leitão, mas também pela produção de apreciados espumantes — muito mais especial, como podemos ver de seguida num desenho que  o blogue português do Tex divulgou para todo o mundo, mas sobretudo para os apaixo- nados Texianos portugueses, em mais um inédito exclusivo mundial. Esse magnífico desenho será oferecido a todos os fãs e coleccionadores do icónico Ranger que comparecerem em Anadia, nos dias 29 e/ou 30 de Abril, e retrata também o “velho” Kit Carson em terras portuguesas, já que pela primeira vez o célebre “Cabelos de Prata” acompanha o seu pard Tex Willer ao nosso país.

Tex Willer e Kit Carson em Anadia, Portugal

Como curiosidade e para efeito de eventual comparação deste magnífico desenho do autor italiano, mostramos a fotografia em que Andrea Venturi se inspirou para a realização desta homenagem que quis prestar à bela e acolhedora cidade de Anadia.

O monumento localizado no jardim da cidade, em plena Praça Visconde Seabra, é dedicado aos soldados do concelho de Anadia mortos no decurso da 1ª Grande Guerra Mundial. Foi projectado por António Joaquim da Conceição, artista natural de Ferreiros, Anadia, e inaugurado a 8 de Dezembro de 1929, com a seguinte inscrição: “Aos mortos da Grande Guerra. O Concelho de Anadia.

Na magnífica ilustração de Andrea Venturi também se vê, ao fundo, um dos edifícios mais emblemáticos da encantadora capital bairradina: a Câmara Municipal, que em anos anteriores também foi desenhada por Pasquale Del Vecchio e Stefano Biglia [convidados, respectivamente, da 1ª e 2ª Mostras do Clube Tex Portugal, realizadas em 2014 e 2015].

Poucas são as cidades, inclusive em Itália, que se podem orgulhar de já ter sido visitadas por Tex e Kit Carson. Por isso, caro pard texiano, não deixe de comparecer em Anadia, entre os dias 29 e 30 de Abril, para conviver com Andrea Venturi e muitos fãs e coleccionadores do Ranger que já confirmaram a sua presença, alguns até vindos do estrangeiro, e para ganhar o fantástico desenho de Tex e Carson em Anadia, devidamente autografado!

(Post reproduzido, com a devida vénia, do Tex Willer Blog. Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

ANDREA VENTURI E LEOMACS ESTARÃO PRESENTES NA 4ª MOSTRA DO CLUBE TEX PORTUGAL

ANADIA, A CAPITAL PORTUGUESA DE TEX, RECEBE MAIS DOIS ILUSTRES ARTISTAS ITALIANOS

Texto de Mário João Marques

Venturi estará em Anadia, a 29 e 30 de Abril, para deleite dos fãs de Tex e Dylan Dog

Depois de ter frequentado o Liceu Artístico e a Academia de Belas Artes de Bolonha, trabalhado em publicidade e no estúdio de Bruno Bozzetto, Andrea Venturi (nascido em Bolonha em 1963) chega à banda desenhada em 1989, estreando-se na revista Mostri. Entre 1992 e 1996 desenha quatro aventuras para Dylan Dog, com destaque para Jonhy Freask, considerada como uma das melhores de sempre da série. Estreia-se em Tex, desenhando L’uccisore di indiani, aventura escrita por Claudio Nizzi e publicada no Almanacco del West 1996, o que lhe valeu ter sido escolhido para desenhar as capas de Magico Vento, trabalho que realizou até ao n. 31 desta série, regressando em definitivo a Tex, onde se vai estrear na série mensal em 1998 com Oppio.

Simpático e humilde, Venturi recolhe a adesão dos leitores e os favores da crítica, permane- cendo até hoje como um dos baluartes de Tex, onde já teve oportunidade de assinar grandes trabalhos como Le Foreste dell’Oregon, Documento d’Accusa ou L’Artiglio della Tigre, sempre com Claudio Nizzi, assim como I Pionnieri, escrito por Mauro Boselli, a justa consa- gração deste notável desenhador, onde o autor consegue captar a essência dos grandes westerns, revelando uma visão ampla e grandiosa que poucos conseguem transmitir, através do seu traço potente e dinâmico e um cuidado reverencial à qualidade geral de cada prancha, a que a alternância de enquadramentos confere uma profundidade ímpar.

“Os Pioneiros”, a justa consagração do notável desenhador Andrea Venturi

Leomacs, pseudónimo artístico de Massimiliano Leonardo, nasceu em Roma em 1972, tendo iniciado a sua carreira em 1993 na serie Dark Side de Roberto Recchioni, autor que vai acompanhar em Napoli Ground Zero, Detective Dante e Battaglia. Depois de ter realizado Fax Palle in Canna, uma sátira a Tex, chega à Sergio Bonelli Editore em 2003, desenhando uma aventura de Nick Raider e trabalhando sucessiva- mente em Magico Vento e Volto Nascosto, séries idealizadas e escritas por Gianfranco Manfredi, assim como recentemente teve oportunidade de desenhar uma história para Dylan Dog Color Fest. A sua entrada em Tex ocorre no Almanacco del West  2009, terminando a aventura Capitan Blanco que Manfred Sommer, entretanto falecido em 2007, havia iniciado. Estreia-se na série principal dois anos mais tarde, desenhando Mondego il Killer, aventura escrita por Mauro Boselli e onde é notória a evolução do traço do autor, mais à vontade com personagens e ambientes e com uma composição de Tex influenciada pelo modelo de Claudio Villa.

Oro Nero, o mais recente trabalho de Leomacs, vem revelar um desenhador de traço expressivo e detalhado, atencioso na construção das personagens, muito dinâmico nos enquadramentos e no desenvolvimento imprimido à narração, apresentando diversas pranchas onde alguns desenhos libertam-se para além dos limites tradicionalmente impostos pelos quadrados, revelando ser um valor seguro em Tex.

Na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, Leomacs fará alguns desenhos para gáudio do público

(Artigo e fotos reproduzidos, com a devida vénia, do Tex Willer Blog. Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas).