CARAVANA TEXIANA NO XIII FESTIVAL DE BD DE BEJA

Mário João Marques, António Lança-Guerreiro, Rui Brito, Carlos Moreira, Pedro Bouça e Teresa Moreira, no stand da Polvo Editora, em Beja, com exemplares portugueses de Tex nas mãos

Nesta última sexta-feira, dia 26 de Maio, foi inaugurado o XIII Festival de Banda Desenhada de Beja, um dos mais importantes Festivais dedicados à 9ª Arte em Portugal, evento que decorrerá na capital do Alentejo até ao próximo dia 11 de Junho, abraçando exclusivamente o Centro Histórico da cidade e em especial o Largo do Museu Regional, epicentro desta Festa da BD. São dezoito (18) as exposições patentes ao público e dez (10) os países representados, da Argentina à Dinamarca, passando por Angola, Itália e Roménia.

Para além das exposições, o Festival oferece aos visitantes uma programação paralela bastante diversificada, em que pontuam as apresentações de projectos, as conversas à volta da BD, o lançamento de livros, as sessões de autógrafos, workshops, concertos desenhados, etc, etc. Como não podia deixar de ser, o Festival tem também à disposição dos visitantes o Mercado do Livro — a maior livraria do país durante este período, com mais de 60 editores presentes — e uma zona comercial com várias tendas instaladas (venda de action figures, arte original, posters, prints, etc).

E foi precisamente no Mercado do Livro, onde obviamente Tex está presente através das publicações da Polvo Editora, que se reuniram vários fãs e coleccionadores de Tex que no passado sábado, 27 de Maio, aproveitaram para se deslocar a Beja e desfrutar de mais um grande evento dedicado à Banda Desenhada, onde se pode inclusive ter acesso às belas edições texianas, como confirmam os exemplares nas mãos dos pards Mário João Marques, António Lança-Guerreiro, Carlos Moreira, Pedro Bouça e da Lilyth Teresa Moreira, posando no stand da Polvo Editora, acompanhados pelo infatigável editor Rui Brito.

Aqui deixamos a informação, para todos os interessados que se desloquem a Beja nas próximas duas semanas, de que podem encontrar esses exemplares à venda por lá.

Momento de lazer em Beja, com a presença do jornalista João Miguel Lameiras

Mas por Beja também estiveram muitos outros pards conhecidos, como por exemplo o José Eduardo Monteiro, o jornalista João Miguel Lameiras e Carlos Rico, responsável maior pelos eventos da Banda Desenhada em Moura e principal responsável, também, pela primeira vinda de um desenhador de Tex a Portugal (Fabio Civitelli em 2007), que abriu portas para a presença do próprio Civitelli e de muitos outros autores texianos noutros eventos realizados no nosso país, até aos dias de hoje.

Carlos Moreira e Carlos Rico confraternizando em Beja

Uma das “estrelas” presentes nesse fim de semana foi o desenhador italiano Paolo Mottura, que já fez mais de 100 histórias para as revistas da Walt Disney (entre as mais apreciadas, podemos mencionar “Moby Dick”, “On the Road”, “Metropolis” e as que realizou para a revista PK), mas que também já desenhou Dylan Dog para a Sergio Bonelli Editore e que ficou admirado por ver que Tex tem tantos fãs no nosso país.

Na imagem seguinte, vemo-lo posando junto de Carlos Moreira e Mário João Marques, directores do Clube Tex Portugal, e tendo nas mãos um exemplar da revista do dinâmico Clube Português dedicado ao famoso Ranger!

Carlos Moreira e Mário João Marques com o desenhador Paolo Mottura, que exibe um exemplar da revista do Clube Tex Portugal, após ter desenhado um belo Mickey

Em conclusão, mais um grandioso evento dedicado à Banda Desenhada em Portugal, onde o nosso amado Ranger se fez também representar, através das suas edições e dos seus entusiásticos fãs e coleccionadores.

(Reportagem extraída, com a devida vénia, do Tex Willer Blog).

ANADIA, A CAPITAL PORTUGUESA DO TEX, REALIZOU MAIS UMA MAGNÍFICA MOSTRA

Com a devida vénia, reproduzimos o notável discurso de abertura da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, proferido pelo seu Presidente José Carlos Francisco, no dia 29 de Abril último, perante numerosa assistência em que se destacava a presença de dois consagrados desenhadores italianos, Andrea Venturi e Leomacs, cujos recentes trabalhos estiveram expostos no Museu do Vinho Bairrada, em Anadia, durante o fim de semana em que decorreu este magnífico evento.

Aproveitamos a oportunidade para celebrar o facto de Anadia ter sido proclamada a Capital Portuguesa de Tex Willer, por decisão do seu Município, no mínimo inédita entre nós, em relação a um herói de Banda Desenhada. O Museu do Vinho Bairrada tem, a partir de agora, uma exposição permanente dedicada a Tex, que, associada a outros eventos, atrairá decerto mais visitantes do meio bedéfilo a esta região afamada pelo seu vinho, pelos seus leitões e pelas suas belezas naturais.

Anadia, 29 de Abril de 2017

Exma. Senhora Presidente da Câmara Municipal de Anadia; Exmo. Senhor Vice-Presidente da Câmara Municipal de Anadia; Exmo. Senhor Director do Museu do Vinho Bairrada, Senhores Vereadores, Caríssimos Mestres Andrea Venturi e Leomacs, Senhores Convidados, Excelentíssima Assistência e Órgãos da Comunicação Social Presentes.

Muito boa tarde a todos! Antes de mais nada, sejam bem-vindos a esta bonita e hospitaleira terra, que é Anadia, capital da Bairrada, região de cultura vitivinícola, gastronómica e de inúmeras outras qualidades!

Depois dos grandes sucessos ocorridos com as três primeiras Mostras do Clube Tex Portugal, realiza- das anualmente, precisamente aqui, no magnífico Museu do Vinho Bairrada, que contaram com as ilustres presenças dos prestigiados desenhadores Pasquale Del Vecchio, Pasquale Frisenda, Stefano Biglia, Massimo Rotundo e Maurizio Dotti, hoje reunimo-nos pelo quarto ano consecutivo, que constitui para este, que é o único Clube no nosso país dedicado exclusivamente a um herói da BD e o primeiro Clube oficial de Tex no mundo, um novo marco importantíssimo da sua ainda curta, mas já consolidada história. Por isso, é com grande prazer e emoção que inauguramos esta 4ª Mostra, que proporciona a presença dos consagrados desenha- dores italianos, Andrea Venturi e Leomacs.

Queria aqui deixar claro, em nome do Clube Tex Portugal, o quanto foi e é, também, importante para nós registar a sensibilização e carinho com que fomos apoiados desde o primeiro momento pelo Executivo Camarário, em especial pela Senhora Presidente da Câmara, Engenheira Maria Teresa Belém Correia Cardoso, aqui presente, agradecendo a sua ilustre e fundamental presença na inauguração desta 4ª Mostra.

Agradecemos também a distinta presença do Senhor Vice-Presidente da Câmara, Engenheiro Jorge Sampaio, que inclusive este ano foi determinante para que a Câmara Municipal de Anadia adoptasse o estatuto de Capital Portuguesa do Tex, acto este que reconheceu toda a nossa importância e que certamente viabilizará outros grandes feitos dele decorrentes.

Agradecemos igualmente toda a colaboração e disponibilidade do Sr. Dr. Pedro Dias, Director do Museu do Vinho Bairrada, no apoio a esta iniciativa cultural, possibilitando que a mesma se realize neste nobre e singular espaço.

Consideramos que, sem o apoio destes nomes, certamente seria inviável a promoção do nosso evento. Ressaltamos que é de extrema importân- cia a participação do Poder Público, que, combi- nado com a parceria desta casa, possibilitam a propagação da cultura e do lazer na sua melhor qualidade, marcas desta terra tão singular.

Gostaríamos também de agradecer as ilustres presenças de Andrea Venturi e Leomacs, sobretudo porque acreditaram nesta iniciativa portuguesa e um muito obrigado a ambos, por terem realizado expressa e exclusivamente para este nosso evento, duas belíssimas ilustrações do Tex no nosso Município. É uma honra sermos presenteados com tal carinho e reconhecimento. Segue ainda um agradecimento muito especial ao editor brasileiro Dorival Vitor Lopes e ao tradutor Júlio Schneider, da Mythos Editora, que vieram proposita- damente do Brasil para nos prestigiar, abrilhantando a nossa estimada Mostra.

Em meu nome pessoal, aproveito ainda para agradecer a todos os Sócios do Clube Tex Portugal, estejam ou não aqui presentes, porque este evento também só é possível devido à colaboração e disponibilidade individual, que somam e traduzem, no seu conjunto, o verdadeiro espírito texiano!

Para concluir, informo que, no final desta sessão, será servido um espumante de honra no espaço de Restauração e Cafetaria do Museu, para o qual ficam desde já convidados.

Obrigado a todos pela Vossa presença, hoje, em Anadia, e desde já desfrutem do nosso evento!

José Carlos Pereira Francisco
Presidente do Clube Tex Portugal

Mais informações sobre a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal em: Clube Tex Portugal, Venturi e Leomacs em Anadia, 2017 por José Carlos Francisco

PROGRAMA OFICIAL DA 4ª MOSTRA DO CLUBE TEX PORTUGAL

PROGRAMA OFICIAL

da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Data: 29 de Abril (sábado) e 30 de Abril (Domingo)
Horário:
11h00 – 19h00 horas
Local: Museu do Vinho Bairrada – Anadia
Entrada:
GRATUITA (com direito a entrada gratuita na Exposição Permanente, designada por Percursos do Vinho e exposta ao longo de seis salas temáticas, com peças de valor arqueológico, etnográfico e técnico, reunidas com a colaboração de diversos vitivinicultores, entidades locais e nacionais, e para as Exposições Temporárias, onde se revelam a pintura e o desenho de Gabriela Carrascalão — Mana Timor — e algumas das melhores caricaturas e arte digital de Rui Duarte — Mr. Vin e Companhia).

Tema: Esta quarta Mostra do Clube Tex Portugal tem como ponto alto a presença de dois dos mais consagrados autores italianos de banda desenhada, Andrea Venturi e Maximiliano Leonardo (Leomacs), que vêm expor trabalhos de sua autoria relacionados com a série Tex, da Sergio Bonelli Editore.

Andrea Venturi e “Os Pioneiros” Uma dúzia de pranchas do autor, seleccionadas pelo próprio, que pretendem dar a conhecer aos visitantes, no seu formato original, algumas da mais belas páginas de uma das mais elogiadas histórias da colecção Tex Gigante.

Leomacs e “Ouro Negro” — Uma dúzia de pranchas do autor, seleccionadas também pelo próprio, que pretendem dar a conhecer aos visitantes da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, no seu formato original, algumas das mais belas páginas de uma das mais recentes e inusitadas histórias de Tex e que complementam o lançamento desta obra em Portugal: Ouro Negro”, através do selo da Polvo.

Cartazes oficiais da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Programa

Sábado, 29 de Abril
15h00 Inauguração Oficial da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal (Auditório);
15h45 Espumante de Honra, aberto aos convidados e público presente;
16h00 Apresentação do livro “Ouro Negro” (Polvo), de Gianfranco Manfredi e Leomacs, com a participação de Leomacs, Rui Brito e Mário João Marques, sob moderação de João Miguel Lameiras (Auditório);
16h30 — Sessão de autógrafos com Andrea Venturi e Leomacs, disponível para todo o público presente, durante a qual os autores terão oportunidade de assinar os desenhos feitos por cada um, especialmente para cartazes da Mostra. Para quem adquirir o livro “Ouro Negro”, o desenhador Leomacs autografará em exclusivo cada exemplar;
18h00  Desenho ao vivo com Andrea Venturi e Leomacs, EXCLUSIVO para sócios do Clube Tex Portugal (desenhos para não sócios somente depois de atendidos os pedidos dos sócios presentes);
20h30 Jantar/Tertúlia com a participação de Andrea Venturi e Leomacs (Restaurante “Nova Casa dos Leitões”).

Domingo, 30 de Abril
11h00 — Desenho ao vivo com Andrea Venturi e Leomacs, EXCLUSIVO para sócios do Clube Tex Portugal (desenhos para não sócios somente depois de atendidos os pedidos dos sócios presentes);
12h00 Sessão de autógrafos com Andrea Venturi e Leomacs;
13h00 Almoço/Tertúlia com a participação de Andrea Venturi e Leomacs (Restaurante “Curiagrillbar”).

15h00 — Conferência Tex com a participação de Andrea Venturi, Leomacs, Dorival Vitor Lopes e Júlio Schneider, sob moderação de Pedro Cleto (Auditório);
16h00  Sessão de autógrafos com Andrea Venturi e Leomacs;
17h00 — Desenho ao vivo com Andrea Venturi e Leomacs. EXCLUSIVO para sócios do Clube Tex Portugal (desenhos para não sócios somente depois de atendidos os pedidos dos sócios presentes);
18h15 — Festa de Encerramento.

Convite para a Inauguração da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

(Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

A MAGNÍFICA ARTE DE LEOMACS NA 4ª MOSTRA DO CLUBE TEX PORTUGAL

Nos próximos dias 29 e 30 de Abril realizar-se-á na cidade de Anadia, capital da região bairradina, a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, onde obviamente não deixará de estar presente em grande destaque a personagem Tex Willer, não só pelas duas exposições associadas ao Ranger, que terão lugar no Museu do Vinho Bairrada, mas também pela presença dos conceituados desenhadores italianos Andrea Venturi e Leomacs.

Tex num duelo na Main Street de Anadia, em pleno século XIX, na belíssima arte de Leomacs.

Como forma de agradecimento por este convite português, Leomacs, pseudónimo de Massimiliano Leonardo, desenhou o Tex em Portugal, mais precisamente num duelo na Main Street de Anadia, em pleno século XIX, tornando assim esta quarta presença do Ranger na capital da Bairrada — uma região rica e afamada pelo leitão, mas também pela produção de apreciados espumantes —, muito mais especial, como podemos ver num desenho que o blogue português do Tex divulgou para o mundo, mas sobretudo para os apaixonados Texianos portugueses, em mais um inédito e exclusivo mundial, desenho esse que será oferecido a todos os fãs e coleccionadores do Ranger que comparecerem em Anadia nos dias 29 e/ou 30 de Abril.

(Post reproduzido, com a devida vénia, do Tex Willer Blog. Para ver as imagens em toda a sua extensão, clique duas vezes sobre as mesmas).

Leomacs, na sua prancheta, a desenhar Tex. Em baixo, cartaz da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal.

A DESLUMBRANTE ARTE DE ANDREA VENTURI NA 4ª MOSTRA DO CLUBE TEX PORTUGAL

Como já anunciámos, nos próximos dias 29 e 30 de Abril realizar-se-á na cidade de Anadia, capital da região bairradina, a 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, onde obviamente não deixará de estar presente, em grande destaque, a personagem Tex Willer, não só pelas duas exposições associadas ao Ranger, mas também pela presença dos conceituados desenhadores italianos Andrea Venturi e Leomacs.

Como forma de agradecimento por este convite português, Andrea Venturi desenhou Tex Willer e Kit Carson em Portugal, mais precisamente junto ao Monumento dos Mortos da Grande Guerra, na Praça Visconde Seabra, em Anadia, e com o edifício da Câmara Municipal ao fundo, tornando assim esta quarta presença do Ranger na capital da Bairrada — uma região rica e afamada pelo leitão, mas também pela produção de apreciados espumantes — muito mais especial, como podemos ver de seguida num desenho que  o blogue português do Tex divulgou para todo o mundo, mas sobretudo para os apaixo- nados Texianos portugueses, em mais um inédito exclusivo mundial. Esse magnífico desenho será oferecido a todos os fãs e coleccionadores do icónico Ranger que comparecerem em Anadia, nos dias 29 e/ou 30 de Abril, e retrata também o “velho” Kit Carson em terras portuguesas, já que pela primeira vez o célebre “Cabelos de Prata” acompanha o seu pard Tex Willer ao nosso país.

Tex Willer e Kit Carson em Anadia, Portugal

Como curiosidade e para efeito de eventual comparação deste magnífico desenho do autor italiano, mostramos a fotografia em que Andrea Venturi se inspirou para a realização desta homenagem que quis prestar à bela e acolhedora cidade de Anadia.

O monumento localizado no jardim da cidade, em plena Praça Visconde Seabra, é dedicado aos soldados do concelho de Anadia mortos no decurso da 1ª Grande Guerra Mundial. Foi projectado por António Joaquim da Conceição, artista natural de Ferreiros, Anadia, e inaugurado a 8 de Dezembro de 1929, com a seguinte inscrição: “Aos mortos da Grande Guerra. O Concelho de Anadia.

Na magnífica ilustração de Andrea Venturi também se vê, ao fundo, um dos edifícios mais emblemáticos da encantadora capital bairradina: a Câmara Municipal, que em anos anteriores também foi desenhada por Pasquale Del Vecchio e Stefano Biglia [convidados, respectivamente, da 1ª e 2ª Mostras do Clube Tex Portugal, realizadas em 2014 e 2015].

Poucas são as cidades, inclusive em Itália, que se podem orgulhar de já ter sido visitadas por Tex e Kit Carson. Por isso, caro pard texiano, não deixe de comparecer em Anadia, entre os dias 29 e 30 de Abril, para conviver com Andrea Venturi e muitos fãs e coleccionadores do Ranger que já confirmaram a sua presença, alguns até vindos do estrangeiro, e para ganhar o fantástico desenho de Tex e Carson em Anadia, devidamente autografado!

(Post reproduzido, com a devida vénia, do Tex Willer Blog. Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas)

ANDREA VENTURI E LEOMACS ESTARÃO PRESENTES NA 4ª MOSTRA DO CLUBE TEX PORTUGAL

ANADIA, A CAPITAL PORTUGUESA DE TEX, RECEBE MAIS DOIS ILUSTRES ARTISTAS ITALIANOS

Texto de Mário João Marques

Venturi estará em Anadia, a 29 e 30 de Abril, para deleite dos fãs de Tex e Dylan Dog

Depois de ter frequentado o Liceu Artístico e a Academia de Belas Artes de Bolonha, trabalhado em publicidade e no estúdio de Bruno Bozzetto, Andrea Venturi (nascido em Bolonha em 1963) chega à banda desenhada em 1989, estreando-se na revista Mostri. Entre 1992 e 1996 desenha quatro aventuras para Dylan Dog, com destaque para Jonhy Freask, considerada como uma das melhores de sempre da série. Estreia-se em Tex, desenhando L’uccisore di indiani, aventura escrita por Claudio Nizzi e publicada no Almanacco del West 1996, o que lhe valeu ter sido escolhido para desenhar as capas de Magico Vento, trabalho que realizou até ao n. 31 desta série, regressando em definitivo a Tex, onde se vai estrear na série mensal em 1998 com Oppio.

Simpático e humilde, Venturi recolhe a adesão dos leitores e os favores da crítica, permane- cendo até hoje como um dos baluartes de Tex, onde já teve oportunidade de assinar grandes trabalhos como Le Foreste dell’Oregon, Documento d’Accusa ou L’Artiglio della Tigre, sempre com Claudio Nizzi, assim como I Pionnieri, escrito por Mauro Boselli, a justa consa- gração deste notável desenhador, onde o autor consegue captar a essência dos grandes westerns, revelando uma visão ampla e grandiosa que poucos conseguem transmitir, através do seu traço potente e dinâmico e um cuidado reverencial à qualidade geral de cada prancha, a que a alternância de enquadramentos confere uma profundidade ímpar.

“Os Pioneiros”, a justa consagração do notável desenhador Andrea Venturi

Leomacs, pseudónimo artístico de Massimiliano Leonardo, nasceu em Roma em 1972, tendo iniciado a sua carreira em 1993 na serie Dark Side de Roberto Recchioni, autor que vai acompanhar em Napoli Ground Zero, Detective Dante e Battaglia. Depois de ter realizado Fax Palle in Canna, uma sátira a Tex, chega à Sergio Bonelli Editore em 2003, desenhando uma aventura de Nick Raider e trabalhando sucessiva- mente em Magico Vento e Volto Nascosto, séries idealizadas e escritas por Gianfranco Manfredi, assim como recentemente teve oportunidade de desenhar uma história para Dylan Dog Color Fest. A sua entrada em Tex ocorre no Almanacco del West  2009, terminando a aventura Capitan Blanco que Manfred Sommer, entretanto falecido em 2007, havia iniciado. Estreia-se na série principal dois anos mais tarde, desenhando Mondego il Killer, aventura escrita por Mauro Boselli e onde é notória a evolução do traço do autor, mais à vontade com personagens e ambientes e com uma composição de Tex influenciada pelo modelo de Claudio Villa.

Oro Nero, o mais recente trabalho de Leomacs, vem revelar um desenhador de traço expressivo e detalhado, atencioso na construção das personagens, muito dinâmico nos enquadramentos e no desenvolvimento imprimido à narração, apresentando diversas pranchas onde alguns desenhos libertam-se para além dos limites tradicionalmente impostos pelos quadrados, revelando ser um valor seguro em Tex.

Na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, Leomacs fará alguns desenhos para gáudio do público

(Artigo e fotos reproduzidos, com a devida vénia, do Tex Willer Blog. Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique nas mesmas).

A PRÓXIMA MOSTRA DO CLUBE TEX PORTUGAL

Editor Dorival Vitor Lopes e tradutor Júlio Schneider acompanham Andrea Venturi e Leomacs na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Por José Carlos Francisco

O ilustre editor DORIVAL VITOR LOPES e o não menos ilustre tradutor JÚLIO SCHNEIDER já confirmaram a sua presença na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, aceitando o convite dirigido pelo Clube português, acompanhando assim as presenças de Andrea VENTURI e LEOMACS no evento a realizar nos dias 29 e 30 de Abril deste ano, na cidade de Anadia.

Júlio Schneider e Dorival Vitor Lopes, dois ilustres convidados da 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

Respondendo positivamente aos convites dirigidos pela Direcção do Clube Tex Portugal, o editor brasileiro de Tex Dorival Vitor Lopes e o articulista, redactor, tradutor e consultor editorial para as publicações Bonelli no Brasil Júlio Schneider, confirmaram a sua presença na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, juntando-se assim aos prestigiados autores italianos Andrea Venturi e Leomacs, internacionalizando ainda mais o grandioso evento marcado para o fim-de-semana de 29 e 30 de Abril, a realizar na capital da Bairrada, mais precisamente no mui nobre Museu do Vinho Bairrada, na pacata cidade de Anadia, que cada vez mais se consolida como a capital portuguesa da personagem Tex Willer.

Os dois membros do staff oficial de Tex no Brasil terão uma participação relevante no evento, já que serão dois dos convidados que participarão no workshop e na conferência dedicada a Tex que constam da programação oficial e cujas moderações estarão a cargo, como tem sido hábito, dos prestigiados críticos de BD Pedro Cleto e João Miguel Lameiras e em que também participarão os dois famosos desenhadores italianos.

Andrea Venturi participará na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, para autografar o seu Tex Gigante aos seus numerosos fãs portugueses

Recorde-se que cada um dos autores italianos, como forma de agradecimento por este convite português, fará uma magnífica ilustração de Tex exclusiva para o evento de Anadia. Os apreciadores de BD presentes nos dias 29 e 30 de Abril, na capital bairradina, receberão uma cópia de alta qualidade (em formato A4) destes magníficos desenhos, devidamente autografada por cada um dos seus autores, já que uma vez mais a Direcção do Clube Tex Portugal deseja oferecer uma recordação especial a quem prestigiar o evento marcando presença na bela cidade capital do leitão assado e do espumante.

Leomacs estará presente na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, onde fará alguns desenhos para gáudio do público

Para finalizar por hoje, informa-se que em breve serão divulgadas mais novidades (e que novidades…) a serem integradas nesta 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, um evento que atrairá à capital bairradina algumas centenas de fãs e coleccionadores não somente de Tex, mas de BD em geral, tal como aconteceu nos três anos anteriores, em que tivemos as presenças de Pasquale Del Vecchio (2014), Pasquale Frisenda (2015), Stefano Biglia (2015), Massimo Rotundo (2016) e Maurizio Dotti (2016).

Para fazer parte do Clube Tex Portugal cujos estatutos podem ser vistos aqui — e poder usufruir de todos os seus brindes e regalias, em que se incluem as revistas do Clube, é necessário pagar uma jóia de inscrição de 5,00 € e uma quota mensal de 2,00 € (2,50 € para não residentes em Portugal).

(Post reproduzido, com a devida vénia, do Tex Willer Blog. Para aproveitar a extensão completa  das imagens, clique nas mesmas).