NOVELISTAS PORTUGUESES: “O NATAL DE TUKAN MACKENZIE” (por Edgar Caygill)

edgar-caygillApresentamos hoje nesta rubrica — iniciada com o original de Roy West (Jorge Magalhães) “Sendas Apaches” — um conto de Edgar Caygill, pseudónimo adoptado por Roussado Pinto no início dos anos 50 e que se tornaria bastante popular entre os leitores do Mundo de Aventuras e de outras publicações juvenis — mas que este prolífico autor também usou em antologias de contos, como o Edgar Caygill Magazine, e em livros policiais e de cowboys, editados por conta própria ou por editoras onde trabalhou, como a Fomento de Publicações e a Íbis.

O conto que seleccionámos na sua vasta obra é um western de tema natalício e foi respigado do Jornal do Cuto nº 172 (1/12/1977), embora a publicação original remonte ao Mundo de Aventuras nº 71 (1ª série), de 21/12/1950, onde foi ilustrado por Vítor Péon. Curiosamente, surgiu também em reedição, pela primeira vez, no Jornal do Cuto nº 25 (22/12/1971), cabendo dessa vez a Jobat (José Baptista) a tarefa de ilustrador.

No caso presente, as ilustrações são de Carlos Alberto Santos, um notável artista que legou ao Jornal do Cuto, ao Mundo de Aventuras e a outras publicações um número quase incalculável de trabalhos de grande valia, a cores e a preto e branco. Resta acrescentar que o texto desta 3ª versão foi revisto por Roussado Pinto, que decidiu manter o pseudónimo da primeira, mesmo depois de ter criado outro ainda mais famoso: Ross Pynn.

conto-edgar-caygill-1-copy

conto-edgar-caygill-2-copy

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s