REVISTAS DE TEX À VENDA EM DEZEMBRO

Relação das revistas da Mythos Editora distribuídas em Portugal pela VASP – Distribuidora de Publicações Lda, no mês de DEZEMBRO de 2016

tex-524TEX 524
Partida marcada
Texto: Tito Faraci – Desenhos: Pasquale Del Vecchio

História originalmente publicada em Tex italiano 624

Tex envolve-se num tiroteio com um grupo de bandidos que massacrou os habitantes de uma fazenda. Ferido, o ranger é salvo oportunamente pelo sargento aposentado Burke e pelo seu ajudante, o jovem Rufus.
Burke manda Rufus à cidade vizinha de Springwood para avisar o xerife Parker. Mas quando Tex volta a si, eles descobrem que o culpado do ataque é o próprio representante da lei, de cumplicidade com o poderoso rancheiro Neville. Agora, Tex e o sargento Burke vão travar uma renhida batalha contra os mercenários de Neville.      P: 3,60€

tex-colecao-320TEX COLEÇÃO 320
Cara a cara

Texto: G. L. Bonelli – Desenhos: Aurelio Galleppini

História originalmente publicada em Tex italiano 267

Yama, o diabólico filho de Mefisto, lançou um desafio a Tex: irá esperá-lo no Vale Hermoso, onde, graças aos seus poderes infernais, conseguiu recrutar como aliados os últimos astecas, sobreviventes do antigo império mexicano.
Por isso, El Morisco dá a Tex e aos seus parceiros quatro anéis mágicos, capazes de combater os feitiços de Yama. Mas serão suficientes?               P: 3,40€

tex-colecao-321TEX COLEÇÃO 321
Tex contra os Astecas

Texto: G. L. Bonelli – Desenhos: Aurelio Galleppini

História originalmente publicada em Tex italiano 268

Yama, o diabólico filho de Mefisto, lançou um desafio a Tex: irá esperá-lo no Vale Hermoso, onde, graças aos seus poderes infernais, conseguiu recrutar como aliados os últimos astecas, sobreviventes do antigo império mexicano.
A luta afigura-se sem tréguas e os rangers terão que lançar mão de toda a sua astúcia e habilidade para derrotar os bárbaros filhos do sol, sem provocar um banho de sangue que extinguiria essa aguerrida raça da face da Terra.      P: 3,40€

almanaque-tex-48ALMANAQUE TEX 48
A criatura
Texto: Pasquale Ruju – Desenhos: Emanuele Barison

No coração escuro da floresta, esconde-se uma antiga e maligna criatura. Só a água corrente, por ela temida, protege o povoado de Black Cedars da sua fúria mortífera. Mas quando o curso do rio é desviado por causa de uma disputa envolvendo pastagens, o terror desencadeia-se. Tex e um velho índio são os únicos que tentam fazer face à violência selvagem do ser monstruoso!

Maria Pillar
Texto: Mauro Boselli – Desenhos: Alessandro Bocci

Uma corajosa mulher desafia a ameaça de assaltantes que mataram o seu pai na estrada de Indianola a San Antonio, no sul do Texas. O único a vir em sua ajuda é um jovem ranger fascinante com um braço partido: Kit Carson!

Histórias originalmente publicadas em Tex Magazine 2016      P: 3,60€

tex-ouro-82TEX OURO 82
Ao sul do Rio Grande

Texto:  Mauro Boselli – Desenhos: Guglielmo Letteri

História originalmente publicada em Tex italiano 506 e 507

Uma caravana que transportava um carregamento de ouro para El Paso é atacada e destruída. As carroças eram escoltadas por dois rangers: um, Johnny Mercer, morreu no local; e o outro, Juan Raza, desapareceu. No comando dos rangers, todos estão convictos de que Raza é culpado de homicídio e roubo, mas Tex e Carson, que conhecem o jovem ranger e já viveram com ele uma aventura no México, têm sérias dúvidas e, por isso, resolvem investigar a fundo o caso para descobrir a verdade.      P:8,50€

tex-edicao-historica-95TEX EDIÇÃO HISTÓRICA 95
A mesa dos esqueletos
Texto: G. L. Bonelli – Desenhos: Giovanni Ticci

História originalmente publicada em Tex italiano 188 e 189

Tex e Carson chegam à cidade de Little Rock para investigar o desaparecimento de um velho amigo, Randy Brandt, que tinha pedido a ajuda deles através de uma carta e que foi morto no desmoronamento de uma galeria de uma antiga fundição que foi transformada em prisão. Ao prosseguir a investigação, os pards acabam sabendo que os presidiários fazem escavações na antiga fundição, por conta de uma companhia de mineração, e estão em conluio com os guardas do cárcere, cujo director, Harry Field, pretende roubar uma enorme quantidade de ouro.      P: 5,00€

O CAVALO DO OESTE – 1

o-cavalo-do-oeste-1169O que é o cavalo do Oeste? Não se trata propriamente de uma designação de raça, uma vez que o cavalo do Oeste pode ser um Árabe, um Saddle ou um Throughbred… ou até uma mistura dos três. É sempre treinado para trabalhar com sela, quer se destine a lidar com o gado ou a exibir-se em «rodeos». As suas pernas curtas permitem-lhe dar uma volta completa sobre uma moeda de dólar. A extraordinária resistência física do cavalo do Oeste é devida, em grande parte, aos índios e aos conquistadores espanhóis do Novo Mundo.

No ano de 1495 chegaram à América vinte soldados espanhóis de cavalaria com a missão de reprimir uma revolta na ilha Hispaniola. Os seus fogosos cavalos tinham cinquenta por cento de sangue árabe e portaram-se de tal modo que, a partir de então, todos os navios espanhóis transportavam um pequeno destaca­mento de cavalaria. Assim, durante os séculos seguintes, milhares e milhares de cavalos saíram do México para o que é hoje a Cali­fórnia e da Florida para as Carolinas do Norte e do Sul.

Foi então que os índios americanos entraram em cena com o seu valioso contributo. Nos fins do século XVII, mais de uma dú­zia de tribos utilizava os cavalos espanhóis, treinando-os e espalhando-os por todo o território, desde o Texas até à fronteira canadiana. Ao tempo da Guerra Civil existiam mais de dois milhões de cavalos selvagens. Hoje, porém, já não se podem ver os fogosos alazões selvagens correndo livremente pela planície, de narinas frementes e crinas ao vento. Com a colonização do Oeste pelos pioneiros, a era dos cavalos selvagens morreu juntamente com a dos peles-vermelhas.

A abrir esta nova rubrica do Era Uma Vez o Oeste, dedicada aos bravios mustangs que continuam a fazer parte da mitologia do western, tanto no cinema como na BD, apresentamos um episódio da magnífica série Firehair (Cabelos de Fogo), criada por Joe Kubert, um dos maiores mestres da 9ª Arte, na revista Showcase, da DC Comics. A mesma série foi parcialmente publicada no Brasil (revista Juvenil Mensal, da Editora Brasil-América), e em Portugal no Mundo de Aventuras (2ª série).

A má impressão deste episódio no MA fez-nos optar pela versão brasileira, dada à estampa no Juvenil Mensal nº 17 (Março de 1973) — em complemento da versão original, publicada no nº 85 da referida revista Showcase (Setembro de 1969).

o-cavalo-do-oeste-firehair-3-branco

o-cavalo-do-oeste-firehair-4-branco

o-cavalo-do-oeste-firehair-5-branco

o-cavalo-do-oeste-firehair-6-branco

“OS TÚNICAS AZUIS” NA GUERRA DA SECESSÃO – VOLUME 4: “OS AZUIS A PRETO E BRANCO”

publico-tunicas-azuis-4-163

Uma excelente colecção, numa nova parceria Público/Asa, com 15 episódios (9 deles inéditos), em volumes cartonados e a preço módico, de uma das mais famosas séries humorísticas belgas, que os amantes do western não devem perder.

(Para aumentar as  imagens e o texto, clicar duas vezes sobre a página).

JANTAR/CONVÍVIO DO CLUBE TEX PORTUGAL

cartaz-do-4o-convivio-do-clube-tex-portugal-da-autoria-de-antonio-lanca-guerreiro

Durante este convívio, que já conta com numerosas inscrições, será distribuída aos sócios a Revista nº 5 do Clube Tex Portugal, com duas capas (principal e alternativa) realizadas expressamente pelo mestre Maurizio Dotti.

Uma menção especial também para o magnífico cartaz deste evento texiano, da autoria do desenhador português António Lança Guerreiro.

Para além da entrega de um exemplar gratuito da Revista nº 5 do Clube Tex Portugal a cada associado presente, o jantar servirá principalmente para fomentar e fortalecer o convívio texiano e também para debater as principais iniciativas do Clube Tex Portugal para 2017, com especial incidência numa 4ª Mostra a realizar em Abril, novamente na Bairrada, que contará com a presença de mais dois renomados autores de Tex e que incluirá também novas exposições dedicadas ao Ranger.

Aos sócios, com as quotas do mês de Dezembro pagas, que não possam comparecer ao jantar/convívio do Cacém, será enviado pelo correio, em data posterior, o respectivo exemplar da revista nº 5 do Clube Tex Portugal.

revista-no-5-clube-tex-portugal

A ARTE FENOMENAL DE MAURIZIO DOTTI NA REVISTA DO CLUBE TEX PORTUGAL

Após Andrea Venturi (revista nº 1), Fabio Civitelli (nº 2), Luca Vannini (nº 3) e Enrique Breccia (nº 4), MAURIZIO DOTTI é o desenhador de Tex que realizou as capas (principal e variante) da edição nº 5 da revista do Clube Tex Portugal (a distribuir em Dezembro), engrandecendo ainda mais o fantástico naipe de desenhadores do Ranger que se pôs ao serviço do clube português dedicado à mítica personagem criada, em 1948, por Gian Luigi Bonelli (texto) e Aurelio Galleppini (arte).

Capas essas já divulgadas recentemente no blogue português do Tex e que hoje damos a conhecer aos nossos leitores do esboço à arte final!

Os esboços e as ARTES FINAIS  das capas da revista nº 5 do Clube Tex Portugal

Capa variante da revista nº 5 do Clube Tex Portugal

capa-variante-da-revista-no-5-do-clube-tex-portugal1

Como habitualmente, os sócios do Clube Tex Portugal (com excepção dos sócios menores) COM AS QUOTAS DO MÊS DE DEZEMBRO PAGAS, terão direito a receber gratuitamente um exemplar da revista. Dado que este 5º número será publicado com duas versões da capa, o exemplar gratuito será o da versão com o desenho de Tex e Jack Tigre.

Adicionalmente, sem qualquer limite, os sócios podem adquirir mais exemplares da revista, quer da versão oficial quer da versão alternativa, sendo o preço unitário de 10 euros.

Deste modo, todos os sócios que desejem adquirir exemplares da revista, devem informar desde já o Clube Tex Portugal, na forma de comentário a este post ou escrevendo para José Carlos Francisco (josebenfica@hotmail.com), indicando o número de exemplares pretendido para cada versão da capa e procedendo ao respectivo pagamento na conta do Clube Tex Portugal ou através de Paypal, enviando o comprovativo desse mesmo pagamento.

  • logotipo-do-clube-tex-portugalPagamentos internacionais por transferência bancária  devem ser feitos com todas as despesas a serem suportadas pelo ordenador, sem qualquer dedução no valor a receber pelo Clube, devendo ser creditada a conta PT50003600009910590434664 em nome do Clube Tex Portugal na Caixa Económica Montepio Geral – código swift: MPIOPTPL.
  • Pagamentos nacionais por transferência bancária  devem ser feitos para o IBAN PT50003600009910590434664.
  • Pagamentos por Paypal devem ser efectuados para o e-mail cacem.moreira@gmail.com com todas as despesas a serem suportadas pelo ordenador, sem qualquer dedução no valor a receber pelo Clube.

(Nota: Este artigo foi reproduzido, com a devida vénia, do Tex Willer Blog. Para aproveitar a extensão completa  das imagens, clique nas mesmas).